7 hábitos de “etiqueta”, na comunicação online

Desde criança que aprendemos algumas regras de etiqueta à mesa, como mastigar com a boca fechada, não colocar a faca na boca, dar garfadas pequenas para não encher demasiado a boca, etc.

Mas, já parou para pensar que existem regras que denomino de “Etiqueta na comunicação online”, que ninguém nos ensinou como devemos agir, para que a nossa comunicação seja mais impactante?

Vou partilhar consigo 7 dicas de “Etiqueta Online”, para que a sua comunicação seja mais impactante:

1. Entre com antecedência na sessão

Se for o(a) apresentador(a), entre na sua sessão online, pelo menos com 15 minutos de antecedência, para ter tempo de verificar se está tudo a funcionar, se os suportes áudio ou vídeo entram bem e se ouvem, se os links que possa ter funcionam, etc.
Se for participante, entre cerca de 2 minutos antes para ter a certeza de que consegue entrar na sessão atempadamente.
Entrar atrasado(a) numa sessão, é como mastigar com a boca aberta. Não é bonito!

2. Para diminuir a ansiedade, faça exercícios de respiração

Caso seja o(a) apresentador(a), aproveite 5 desses minutos que entrou com antecedência, para focar a sua atenção na respiração.
Sugiro-lhe o seguinte exercício: Quando inspira coloque a barriga para fora, como se fosse um balão e quando expira, coloque a barriga para dentro. Repita o exercício durante 5 minutos e quando a sua atenção se dispersar, está tudo bem, apenas tome consciência disso mesmo e volte a fazer o exercício da respiração. O objetivo é que possa relaxar e levar mais oxigénio ao seu cérebro, diminuindo dessa forma, alguma ansiedade que possa estar a sentir.

3. Tenha água perto de si

Tenha sempre um líquido, preferencialmente água, não demasiado fria, nem demasiado quente, para hidratar a sua garganta e assim evitar ficar sem voz.

 4. Ilumine o seu rosto

A iluminação do seu rosto é fundamental. Nunca se coloque numa posição em que tenha uma janela atrás de si, pois vai ficar em contraluz e será muito difícil que os restantes participantes na sessão online o(a) vejam. Por outro lado, ficar num local demasiado escuro, tem o mesmo efeito negativo, pois ninguém o(a) conseguirá ver. Preferencialmente, deverá utilizar luz natural de frente para si, ou ter uma luz que ilumine o seu rosto.

5. O tom da sua voz faz toda a diferença

Caso se encontre numa situação mais complexa, imagine como a resolveria presencialmente e foque-se em criar a melhor experiência online. As palavras podem ser agregadoras ou destrutivas. Tudo depende do tom da sua voz e da forma como a sua expressão facial reage à referida situação.

6. Se não for o(a) apresentador(a), mantenha o seu som desligado (mute)

Este é um dos pontos que mais vejo não ser seguido.

Atualmente muitas pessoas estão em teletrabalho com outras pessoas em casa, com ruído à volta e esquecem-se de desligar o micro. Apesar de essa opção poder ser feita também pelo(a) apresentador(a), já assisti a muitos casos de conversas menos próprias e completamente descontextualizadas, para quem assiste a sessões online. Além disso as pessoas esquecem-se que têm as camaras ligadas e andam a “passear-se” em vários locais. 

7. Garanta que desligou mesmo, a conexão no final

Tal como quando termina uma refeição, deve colocar os seus talheres a sinalizarem que terminou a mesma, aqui a recomendação é que desligue mesmo a conexão. Parece óbvio, mas nem sempre é feito e por vezes as pessoas ficam a conversar, esquecendo-se que têm a câmara ligada.

Cada um de nós tem uma marca pessoal e é fundamental que quer presencialmente, quer via online, a mesma seja congruente.

Artigos Recentes

Partilhe este artigo...

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *