As lacunas dos recursos humanos e os seus efeitos na perceção de justiça organizacional

perceção de justiça organizacional

Ninguém é ingénuo ao ponto de pensar que as entidades patronais, preocupam-se mais com os empregados do que com o seu potencial de alcançar lucro. Bem como ninguém é cândido ao ponto de aceitar que os empregados são sempre bons trabalhadores, de bom carácter, conscienciosos, motivados e com sentido equitativo no exercício das suas atividades […]