Na Gestão de Pessoas as perguntas contam.

Sílvia Alemão na comunica RH

Fazer a pergunta certa é uma das formas mais rápidas e assertivas para encontrar a solução para um desafio com o qual nos confrontamos. Mas será que os gestores de pessoas e equipas estão suficientemente treinados para isso? Será que muitas vezes não somos conduzidos ao oposto, dar respostas em vez de colocar questões?

O ponto de partida para o gestor de pessoas colocar perguntas poderosas é Gerir o Silêncio, e é tão difícil criar momentos de verdadeiro silêncio abrindo espaço para o outro…  Gerir o Silêncio implica empatia e escuta ativa, colocarmo-nos nos sapatos do outro.

O segundo aspeto a considerar pelo gestor é conduzir as pessoas a um momento de reflexão instigando e proporcionando a evolução profissional e pessoal. O Gestor deve privilegiar perguntas abertas, reflexivas, isentas, que conduzam a uma ação futura, e que evitem julgamentos.

As perguntas poderosas devem conduzir a um momento de confiança entre colaborador e gestor, por isso o local para esta conversa pode ser muitas vezes um lugar insólito como por exemplo, a sala de diversão da empresa ou um jardim, o importante é que a pessoa se sinta confortável com o ambiente proposto. Existem ainda muitos gestores que não estão preparados para isto…

Colocar perguntas poderosas permite identificar bloqueios emocionais, crenças limitadoras e pensamentos sabotadores. O gestor deve não só ter a capacidade de identificar os medos e as dificuldades que impedem a pessoa de avançar, como também estimular os sonhos, os desejos e os planos ainda não realizados.

Saber colocar perguntas implica ter a capacidade de conduzir a pessoa à ação, estabelecer timings para concretizações.

Existem inúmeras perguntas que podem elevar a pessoa ou a equipa para patamares de confiança nunca antes alcançados. E confiança traz envolvimento, e envolvimento traz superação e resultados organizacionais.

Quando sinto a necessidade de aplicar esta estratégia, muitas vezes recorro a perguntas como:

  • Qual é a tua maior prioridade neste momento?
  • Onde investes a maior parte da tua energia no teu trabalho?
  • Como é que o teu manager pode obter o melhor de ti? Como gostas de ser gerido?
  • Descreve-me o teu trabalho ideal? Qual é a diferença entre esse trabalho e o que fazes agora?

Perguntas poderosas levam a uma tomada de consciência do que sou, do que posso ser e do que quero ser. Na Gestão de Pessoas, as perguntas contam.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *