Como garantir o futuro da sustentabilidade e das TIs

Sustentabilidade - comunicaRH

A Dynabook Europe GmbH, empresa líder de setor com mais de três décadas de experiência em produtos e soluções da mais alta qualidade e fiabilidade aborda o tema da sustentabilidade e das TI’s e o que é necessário fazer para chegar a esse nível de sustentabilidade.

A sustentabilidade é atualmente um dos grandes motores ambientais, económicos e sociais da humanidade e, claro, dos negócios. A Dynabook considera essencial as organizações perceberem que práticas insustentáveis trarão maiores custos a longo prazo, também como consequências reputacionais.

A tecnologia tem assim um papel crucial na definição das estratégias para a sustentabilidade nos anos que se seguem. A tecnologia tem o poder de aumentar a eficiência, enquanto diminui o desperdício de recursos e produtos.

A Dynabook apresenta uma estratégia definida e sustentável de TI que inclui o compromisso da administração e objetivos mensuráveis. Com o trabalho híbrido cada vez mais uma realidade, investir em equipamento TI seguro e robusto não só poupará tempo e dinheiro a longo prazo, como melhorará as credenciais de sustentabilidade, criando uma melhor reputação para empresas que procuram tornar-se mais ecológicas.

Num relatório do World Economic Forum, The Future of Jobs 2020, tendências como a expansão do trabalho remoto e a aceleração da digitalização e automatização foram destacadas como tendo um impacto positivo no ambiente. Não sendo surpreendente pois menos profissionais no escritório significa menos emissões de CO2 advindas dos transportes, do aquecimento e arrefecimento dos edifícios, e de todos os outros consumos associados ao dia-a-dia empresarial.

Mas sustentabilidade é muito mais que meras emissões de carbono. Em 2019, foram geradas cerca de 54 toneladas métricas de lixo eletrónico. E prevê-se que este número aumente para 74 toneladas em 2030. 20% foi declarado como corretamente processado, utilizando o modelo reduzir, reutilizar e reciclar.

A Dynabook recomenda para evitar desperdício devem considerar o impacto do número e tipo de dispositivos que potenciam e sustêm o seu negócio. Computadores, portáteis, tablets, telemóveis e impressoras, todos são invariavelmente donos de uma pegada digital e, dado o aumento global do interesse e necessidade por dispositivos portáteis durante a pandemia não se pode cair na ideia de que o trabalho remoto é mau para o planeta.

Os líderes de TI têm, no entanto, agora uma oportunidade de se afastar do modelo linear, promovendo antes uma economia circular com práticas que melhorem o desempenho ambiental do ciclo de vida dos produtos. Para haver uma economia circular e sustentável na indústria TI, reduzir o desperdício eletrónico, e utilizar esquemas que contemplem a reutilização, a reciclagem e a recuperação de ativos é essencial.

Algumas opções híbridas sustentáveis

  • A primeira forma de aliviar o desperdício eletrónico para os utilizadores é prestar boa assistência TI.
  • A revenda de equipamento
  • E reciclagem de equipamentos.

Cada vez mais fornecedores estão a implementar políticas sustentáveis e a pressão para fazê-lo vem diretamente das empresas e clientes a quem vendem. A mudança para um modelo mais circular no que respeitam dispositivos tecnológicos e o desperdício eletrónico já está em curso.

Subscreva a nossa Newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

Últimas Notícias

Partilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.