Gestão em sintonia

Rodolpho Martins na comunica RH

Tempos de crise

Atualmente, enfrentamos uma crise em constante variação, relacionada a Covid-19, na qual líderes enfrentam uma imprevisibilidade nos acontecimentos e frequentes mudanças nas informações.

Precisamos estar sempre atentos e preparados para uma resposta imediata e adaptável a todas as situações, de modo a minimizar os impactos negativos inevitáveis.

Confesso que ao longo desses anos trabalhando em grandes empresas, já enfrentei inúmeras situações adversas, tais como a crise imobiliária dos EUA em 2008 e o colapso do petróleo em 2014. Mas, a situação da pandemia em 2020, acredito estar surpreendendo não somente a mim, mas a todos os líderes a nível mundial. Pois, além dos aspectos econômicos, sociais e políticos, envolve a saúde da população.

Há quem diga que o desafio de manter uma empresa em equilíbrio durante uma crise é apenas de sua liderança, mas afirmo que para alcançar este sucesso, a participação e engajamento de todos os profissionais da organização, é extremamente fundamental, e será esta relação entre líderes e liderados que fará toda a diferença.

O que esperar de um líder

No meio corporativo, alguns líderes não estão necessariamente em sintonia com seus liderados, o que geralmente causa uma insatisfação coletiva, prejudica a produtividade, atrasa processos e afeta o clima organizacional, principalmente em momentos críticos, onde a união e o cooperativismo são essenciais. Talvez isso ocorra, por falta de entendimento do líder sobre a complexidade de sua gestão e de sua real importância para aqueles que ainda estão em desenvolvimento e tentam se espelhar em suas atitudes e habilidades.

Um líder precisa estar atento à gestão dos recursos humanos, ter um perfil ressonante, reconhecer pontos fortes e fracos existentes na equipe, identificar as características individuais de seus liderados, ser capaz de observar, orientar e cuidar das pessoas, bem como demonstrar confiança e compartilhar conhecimento. Desta forma, fará a diferença na “engrenagem” do processo ao engajar todos da organização para atingir os objetivos definidos mantendo um clima organizacional saudável e eficaz.

Todos em sintonia

Acredito que toda função exercida dentro de uma organização é extremamente necessária e de mesma importância, independentemente do grau de responsabilidade. Levar este fator em consideração, é crucial para estabelecer a sintonia de todos da organização.

Gestores e equipes em sintonia, resulta em uma legítima harmonia, na qual todos os profissionais da organização assumem com empatia que são peças fundamentais para o processo, e passam a se sentir de uma forma profissional, verdadeira e empolgante, responsáveis pelos sucessos e pelas derrotas.

Se cuidarmos uns dos outros de maneira genuína, ultrapassaremos todas e quaisquer crises e adversidades que surgirem.

E você, busca esta sintonia?

You may also like...

2 Responses

  1. Anna diz:

    Interessantíssimo post!!! Pois, nos traz de forma objetiva, várias dicas para lidar a nível gerencial com o capital humano das organizações.
    Obrigada pelo post e partilha de conhecimento!

    Parabéns! Sucesso!

  2. Vitor diz:

    Excelente visão e conhecimento de um profissional totalmente renomado dentro do mercado de Óleo e Gás. Manter a engrenagem sempre funcionando é uma das maiores dificuldades dos líderes dentro de suas organizações. Rodolpho pontua com clareza e demonstra na prática todos os quesitos que seu time necessita para se manter motivado e produtivo, independente da situações. Excelente artigo e muito sucesso na sua carreira brilhante!

    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *