Análise do campo de forças, uma ferramenta de mudança

analise-do-campo-de-forças-comunicarh

A análise do campo de forças é uma ferramenta que nos ajuda a olhar para um problema de uma forma gráfica e simples. É fácil de aplicar e muito útil para equipas, pois quanto maior o grupo maior são as suas necessidades, opiniões ou atritos. A análise do campo de forças permite-nos ter, de forma simplificada, uma visão do que favorece a mudança e o que a dificulta.

Antes de tudo é preciso olhar para o problema. Existem perguntas que devemos fazer como qual a relevância do problema? Qual a sua urgência? Quem afeta? Há quanto tempo? Temos de perceber se já foram feitas tentativas de resolvê-lo para não fazermos os mesmos erros. Também é relevante olhar para as causas e consequências do problema.

Depois deste levantamento estamos prontos para avançar, em busca da mudança. O pressuposto da análise do campo de forças diz que aquilo que ocorre num determinado momento é resultado do campo de forças em estado de equilíbrio quase estacionário provocado pela tensão entre forças que pressionam em direções opostas. Ou seja, existem forças impulsionadoras e restritivas. As primeiras impelem para algo, provocam a mudança. As segundas são opostas à mudança, evitam algo.

Na figura abaixo vemos um exemplo duma análise do campo de forças adaptada a uma situação exemplo de uma necessidade de teletrabalho. O primeiro passo é identificar a situação atual e qual a situação desejada. Em segundo lugar identificar as forças ou fatores que contribuem para a mudança e as que a dificultam. Por fim, definir o plano de ação com estratégias que conduzam à situação desejada fortalecendo as forças impulsionadoras e enfraquecendo as forças restritivas. É importante, depois da implementação, fazer uma avaliação para perceber aquilo que falhou ou o que foi bem conseguido.

Quais as vantagens?

  • a análise do campo de forças centra-se nos problemas percebidos pelos atores envolvidos;
  • permite a colaboração das várias partes na procura de soluções;
  • facilita a implementação e aceitação por permitir que seja um processo de construção social;
  • existe uma aprendizagem pessoal, grupal e organizacional dos problemas.

No entanto, a análise do campo de forças não deve nem é aconselhada para resolver todo o tipo de problemas. Por exemplo, em casos de saúde ou segurança não deve ser aplicada de todo. A análise do campo de forças ajuda a entender o impacto de diferentes fatores na mudança, mas isto pode ser subjetivo. Em conclusão esta ferramenta é boa para identificar forças e fazer-nos trabalhar sobre elas proporcionando uma alavanca para a mudança.

análise do campo de forças

Artigos Recentes

Partilhe este artigo...

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *