Karina Lahnier

Parceira de Conteúdo da comunicaRH

Você se sente preparado para essas mudanças?

Você sabe o que é mundo VUCA? VUCA – volatilidade (Volatility), a incerteza (Uncertainty), a complexidade (Complexity) e a ambiguidade (Ambiguity).

O Termo surgiu na década de 80 e foi criado pela United States Army War College (USAWC), para descrever o mundo após a guerra fria, em que houve o crescimento da conectividade e o acesso as informações.

No ano de 2020, devido a pandemia vimos o quanto a aceleração digital foi potencializada, estamos utilizando muito mais os recursos tecnológicos do que há um tempo atrás, estudos recentes apontam que: “Até 2022 vamos ter no mundo 29 bilhões de dispositivos conectados (o que representa 3x mais do que a população) e 75% da população terá acesso a internet e ao 5G (Erickson,2019).

Com isto, vem também a quantidade de informações que recebemos a cada minuto, por uma notificação no celular, um novo e-mail, uma nova postagem nas redes sociais, entre outros.

Isso nos explica o motivo pelo qual estamos utilizando cada vez mais as metodologias ágeis e deixando de fazer planejamentos a longo prazo, afinal, tudo tem mudado com muita velocidade.

Diante de todo esse cenário, passamos do mundo VUCA para o mundo BANI.

BANI – Frágil (Brittle), Ansioso (Anxious), Não linear (nonlinear) e incompreensível (Incomprehensible).

Na pandemia as coisas aceleraram em uma proporção em que tivemos que nos readaptar com uma nova realidade.

A volatilidade do mundo VUCA, se tornou frágil, nunca foi exigido da gente tanta resiliência diante de mudanças tão repentinas.

Por isto, a importância de nos autoconhecer, de termos consciência de toda nossa vulnerabilidade frente a uma nova realidade, em que tudo pode mudar a qualquer momento.

Anteriormente no mundo VUCA éramos incertos, agora nos tornamos mais ansiosos. Esse mundo mais ansioso, faz com que precisamos ainda mais de introspecção, pensar mais em nós mesmos, nos concentrar, entender o que nos faz bem, para assim não gerar tanta ansiedade e sim, estimular a necessidade da prática do poder de ação.

Antes complexo, agora não linear, tomar mais cuidado na tomada de decisão, pois não sabemos como nossas ações vão se repercutir, viver o agora com flexibilidade do que pode vir a acontecer.

Do Ambíguo para o mundo incompreensível – muitas perguntas sem repostas, muitas informações que nem sempre são verdadeiras. Lembrando que o mundo mudou, as coisas estão em constante evolução, porém a nossa capacidade de interpretação e processamento das informações é a mesma.

Essas mudanças impactam diretamente ao mundo corporativo de maneira intensa com consequência no RH que intermedia as relações entre instituições e profissionais.

Neste contexto, nossos principais desafios como RH são:

  • Tomar decisões rápidas e, muitas vezes, correndo riscos;
  • É preciso estar constantemente aderindo a novas tecnologias;
  • Estar atento aos impactos dos fatores externos;
  • É preciso ter um ambiente satisfatório para manter o interesse dos clientes internos e externos;
  • Realizar planejamentos a curto prazo, pois o cenário pode mudar a qualquer momento.
  • Se preocupar com a imagem da empresa transmitida à sociedade, já que as informações têm sido compartilhadas de maneira muito rápida;
  • Estar atento a importância do cuidado para com as pessoas, cuidado com a saúde mental de todos, pois são muitas informações e mudanças que podem trazer diversas consequências na saúde de todos.

This Post Has One Comment

  1. Avatar
    Ariane Francatti

    Adoreeeei, muito bom e esclarecedor o conteúdo. Só conhecia o mundo VUCA. De fato, estamos passando pelo mundo BANI e acredito que suas características estão se tornando tendências.

    Obrigada pelas informações Karina.

Deixe uma resposta