Bem-vindo ao mundo da Marca Pessoal

Marca pessoal | personal branding

Na verdade, você já faz parte dele. Mesmo que de uma forma inconsciente.

Venha nesta viagem, descubra o que é realmente a Marca Pessoal, alguns dos maiores segredos e mitos do Personal Branding e os 10 insights essenciais que você deve reter para dominar e usar a sua Marca a seu favor e da melhor forma.

Conhece o verdadeiro poder da Marca Pessoal?

Imagine que você conquista o sucesso e realização na sua vida e carreira, sendo você próprio e simplesmente utilizando o seu valor único (que você já possui). É isso mesmo, e o melhor de tudo, é que está nas suas mãos tomar as rédeas da sua Marca.

Quer queira ou não, quer tenha consciência ou não, você já é uma Marca.

Uma citação que resume bem a definição de Marca Pessoal é a de Jeff Bezos “A sua Marca Pessoal é o que as pessoas dizem sobre você quando não está na sala.”

E o que lhe pergunto agora e que você precisa entender para entrar neste Mundo da forma certa é se a sua Marca atual é aquela que você deseja e precisa para alcançar os seus objetivos? É precisamente aí que entra o Personal Branding ou a Gestão da Marca Pessoal.

Você precisa descobrir, clarificar e assumir a sua identidade, o seu porquê, a sua personalidade, as suas experiências, os seus conhecimentos, as suas perspetivas, o seu potencial, o seu poder e a sua magnificência. O Personal Branding vai ajudá-lo nesta identificação para que mais tarde a possa partilhar com o Mundo e conquistar o reconhecimento no seu mercado, de uma forma autêntica e intencional.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Personal Branding não tem a ver com o nº de seguidores, com o seu CV, com auto-promoção, com o aparecer em grandes programas de TV ou com o estar presente em muitas redes sociais. Tem a ver com a sua expressão verdadeira de quem você é, do que faz, do que sabe, do que acredita, do que representa e da inspiração e impacto que isso provoca ao seu redor.

Quando você assume o controlo da gestão da sua Marca, o objetivo não é “vender-se”. Você assume o controlo da sua mensagem, da sua narrativa e é você quem conta o que quer que os outros saibam, não o deixando à imaginação de cada um. Você tem uma direção, passos concretos e ações muito alinhadas que lhe trarão as oportunidades, destaque, reputação, reconhecimento e resultados que deseja. E tudo isto alinhado com a forma como quer viver a sua vida, fazendo o que realmente gosta e revelando a sua verdade.

Afinal, quem não deseja uma vida e uma carreira assim?

Parece fantástico? E é. O Mundo precisa de si. Precisa de algo que só você tem. Precisa de o conhecer. O momento é agora. Sem desculpas. Quer seja executivo, empreendedor ou colaborador de uma empresa, o seu nome deverá levá-lo para onde quer que você deseja ir.

Muitas pessoas falham neste processo quando avançam sozinhas e outras falham porque são tomadas pelo seu ego e vaidade. Marca Pessoal não é isso. É preciso cumprir, entregar, agregar valor. Marca Pessoal e egocentrismo não combinam. É preciso saber que o seu sucesso só chegará quando estiver a contribuir para o sucesso de alguém. Você e a sua Marca precisam das outras pessoas para que esta seja efetivamente uma Marca Pessoal forte, poderosa e de sucesso.

É simples. Mas não é fácil. Esta é a minha missão, o meu trabalho e a minha paixão. Funcionou comigo e vai funcionar consigo.

Partilho, de seguida, 10 insights essenciais que você precisa saber sobre esta realidade e que o ajudarão a desenvolver a sua Marca Pessoal de uma forma coesa, confiante e eficaz.

1. Começa consigo

Pare e pense. Estes passos são obrigatórios. Antes de você começar a fazer o que quer que seja, responda a estas questões. Comece a questionar-se sobre o seu porquê, a sua missão, o que o move, quem é você, o que faz bem, o que tem para oferecer, porque faz o que faz, porque é que isso importa. Quais são os objetivos que você pretende alcançar? Depois, questione algumas pessoas sobre o que o tornam especial e reflita. Assuma verdadeiramente a pessoa que você quer ser.

2. É um processo de longo prazo

O tempo certo para iniciar este processo é agora. E porquê? Porque vai demorar a acontecer. Não acredite em milagres, em táticas infalíveis de curto prazo e num retorno gigante em poucos meses. Isso não existe no Personal Branding. Defina claramente os seus objetivos para daqui 1 ano, 2 anos, 3 anos, 5 anos. Todos evoluímos, mas é essencial que trabalhe com algo “palpável”. Onde quer estar no futuro, como quer ser lembrado e como vai lá chegar? As respostas a estas questões são essenciais. Depois, defina ações concretas para lá chegar.

3. Não é sorte, é trabalho

Vai exigir tempo, dedicação e compromisso da sua parte. Você tem de fazer parte e estar envolvido. Deve assumir a responsabilidade e o controlo da sua Marca e incorporar este processo como uma atividade/tarefa da sua “função”. Porque é que pessoas com experiências e conhecimentos semelhantes alcançam resultados diferentes? Não é sorte, é trabalho. Se você não assumir a gestão da sua Marca, alguém o fará por si e perderá oportunidades.

4. É um ato de serviço

Começa consigo, mas não termina consigo. Só vai efetivamente ter resultados na sua vida e carreira quando estiver a contribuir para algo ou alguém melhor. As pessoas preocupam-se com elas próprias e cada um de nós deve ter o seu papel na vida dos outros e das organizações. Inspire os outros e dê-lhes algo que os ajude de alguma forma. Isto não é sobre fama, é sobre inspiração e serviço. Não é só sobre si, é sobre a transformação e impacto que causará no seu mundo.

5. Seja real

Isto é profundo. Não é um trabalho superficial. É preciso ir a fundo, começar de dentro para fora e ser honesto consigo e com os outros. Não se importe com superficialidades, com likes, com feeds perfeitos. Importe-se em ser você próprio. A perfeição não existe e já ninguém acredita nisso. Não é ao acaso que grandes Marcas Pessoais contam a sua história de vida e mostram o seu lado bom, mas também o menos bom, que em muito contribuiu para chegarem onde estão hoje. E são essas pessoas que hoje são grandes inspirações e exemplos.

6. Tem algo especial

Todos temos algo especial, diferente, único e muitas vezes nem nos damos conta do que é ou achamos que é irrelevante. Ninguém é igual a você, ninguém viveu a sua vida, ninguém está dentro da sua cabeça. Você é bom! Acredite e repita esta frase todos os dias (eu faço-o). Seja realista e ambicioso. Comece com o que tem e vá evoluindo. Aproveite todo o seu passado e toda a sua forma de ser, a seu favor. Já perdi a conta às vezes que oiço “eu já devia ter feito isto mais cedo”. Vai sempre a tempo.

7. Encontre as suas pessoas

Liste a sua audiência. Para quem é que você fala? Quem são essas pessoas? O que é que você tem para lhes ensinar? Porque é que elas se importarão com o que tem para dizer? A sua Marca não é para todos. Vai haver sempre quem goste e quem não goste, quem compreenda e quem não compreenda. Vai haver sempre alguém que precise e se inspire em si. E você também se vai identificar mais com um determinado público. Pense nele e atue para ele. Your vibe attracts your tribe. Você irá atrair o que você projeta e quem acredita no mesmo que você. Esse é o seu público.

8. Autenticidade + Estratégia

Sabe qual é o conteúdo com mais impacto, que mais atrai e impressiona? O conteúdo real, verdadeiro e vulnerável. Não me refiro a histórias dramáticas e lamechas. Refiro-me a revelar o que tem para revelar, mas de uma forma que combine a autenticidade e estratégia. No final da partilha, deve haver uma moral da história, um propósito e muita consistência e coerência com a sua Marca. Não seja demasiado estratega, nem seja demasiado “livro aberto”. Encontre o seu equilíbrio. É aí que está o seu poder de atração.

9. Tudo torna-se nada

O mundo está cheio de ruído. Não queira ser mais um no meio dele. Se você for tudo para todos, não será nada para ninguém. Use as suas experiências, conhecimentos e histórias da sua vida e carreira e partilhe-as. Não fale apenas de um tema, mas também não fale de dez. Quando mais repetir a sua mensagem e mais claro for para o seu público quem você é e o que faz, mais reconhecimento e credibilidade terá na sua área. Se é para estar, é para estar bem. Não queira estar em todas as redes sociais, revistas, eventos… se não tiver a ver com a sua essência e posicionamento. Aposte na qualidade, na consistência e no foco. Apareça bem, na hora certa, no sítio certo e com as pessoas certas. Seja fiel à sua estratégia, sempre.

10. É profissional e pessoal

Na minha visão, não existe Marca Profissional. Isto não é só sobre o seu lado profissional ou só sobre o seu lado pessoal. É um mix dos dois. Se você é uma pessoa na sua vida pessoal e outra na vida profissional, algo não está certo. Você vive a sua Marca 24h/dia, onde quer que vá. Mostre o profissional excelente e a pessoa incrível que é. Seja coerente consigo e com os outros. Profissionalismo e humanização fortalecerão a sua Marca.

A única forma de criar uma Marca Pessoal poderosa, é você ter uma grande clareza sobre si e tomar os passos certos, nos momentos certos, da forma certa. É uma jornada em que você assume a direção da sua vida e carreira e baseada nas suas escolhas e no seu poder. Assuma-o. Torne tudo isto realidade.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *