Employer Branding: De dentro para Fora!

Cultura, Aubay - comunicaRH

Employer Branding - comunicaRH
Tenho a convicção de que uma marca de empregador se constrói de dentro para fora das organizações, devendo incidir em primeiro lugar nos colaboradores. Ou seja, na forma como definimos a estratégia de gestão de pessoas e a cultura organizacional da empresa, que se materializa na maneira como tratamos as nossas pessoas, no que temos para lhes oferecer e na satisfação e motivação que isso gera, influenciando diretamente o ambiente de trabalho e a experiência do colaborador.

Só após termos estes pilares fundamentais bem definidos e clarificados, podemos avançar para a definição da forma como pretendemos materializar tudo isto em comunicação e marketing, com o intuito de atrair candidatos.

Não se começa uma casa pelo telhado!

Vejo muitas empresas a começar pelo fim e assentar a sua estratégia de employer branding em campanhas de marketing de recrutamento. Apesar de se tratar de uma parte essencial, é certamente demasiado pouco para aquilo que se espera ser uma estratégia duradoura e de sucesso.

É na parte de dentro da organização que está a verdade, a realidade, no fundo, é onde podemos encontrar a essência do que uma marca representa como empregadora, e não na parte de fora.

Estamos hoje numa era em que as paredes são de vidro, e que quem está fora das organizações consegue ver muito do que se passa lá dentro, posto isto, é essencial comunicar apenas verdades e comunicá-las com propósito e de forma humanizada.

Nunca como hoje, o Employee Branding (marca do empregado) foi tão relevante, principalmente através das redes sociais, os colaboradores são os maiores embaixadores das marcas. Temos assistido a inúmeros exemplos do impacto que as marcas têm quando um colaborador se comporta de determinada forma nas redes sociais. Cada vez mais, as marcas são as pessoas que a representam e isso é algo que deve ser tido em conta pelos gestores.

Acredito que sem uma cultura forte, vivida com princípios e valores bem definidos será sempre difícil conseguirmos ter uma boa estratégia de Employer Branding. Temos de ser capazes de alinhar os comportamentos à crença para que o que se comunica como “visão” seja também sentido na “Realidade” e dessa forma tirar o máximo proveito de todo o investimento.

Convite aos gestores

Olhem para as vossas pessoas, identifiquem o que valorizam, analisem o que está ao vosso alcance fazerem para lhes proporcionar a melhor experiência possível, contribuindo dessa forma para o seu bem-estar e felicidade. Cuidando das vossas pessoas, elas irão cuidar do vosso negócio!

Após terem as vossas pessoas alinhadas, motivadas e a vossa cultura visível e a ser vivenciada, então aí sim comuniquem tudo isto, dando sempre voz aos vossos colaboradores, enaltecendo a sua importância e tornando-os verdadeiros embaixadores da vossa marca.

Quando aqui chegados, estarão em condições de ter uma estratégia de Employer Branding vencedora, que certamente irá ajudar à reputação e credibilidade da vossa marca, com resultados práticos ao nível do negócio e da atração, satisfação e engagement das pessoas.

Partilhe este artigo...

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.