Humanização na Gestão de Pessoas

humanização_comunica RH

O ano de 2020 foi um ano diferente para todos nós, havendo necessidade de uma rápida adaptação, implicando uma mudança de paradigma na organização e métodos de trabalho das empresas e, por consequência, impulsionando a transformação digital.

Por outro lado, enfatizou a necessidade da compaixão e preocupação pelo bem-estar das pessoas e das suas vivências emocionais, o que deve ter transposto para as organizações.

Ouvimos tantas vezes que o mais importante nas empresas são as pessoas, mas por vezes é apenas uma afirmação, sendo que nas ações do dia-a-dia essa realidade não é espelhada. Passamos mais tempo a analisar os processos e inerentes indicadores do que as pessoas e as relações. O foco deve ser as pessoas, no que cada um contribui positivamente para o desenvolvimento da empresa. Devemos apostar nas qualidades e competências de cada pessoa, considerando-as como uma força positiva e tornando-as cada vez melhores. É fundamental que cada vez mais haja consciência que as pessoas têm um papel fundamental na cadeia de valor das empresas.

A Humanização da Gestão de Pessoas, exige, a nós profissionais de Recursos Humanos, um mindset que conceba um modelo que permita o desenvolvimento do potencial humano, promovendo a cooperação em detrimento da competitividade. O relacionamento com as pessoas deve ser de proximidade, promovendo a felicidade no local de trabalho. Devemos investir mais tempo a fortalecer as relações, valorizando uma comunicação mais empática. É necessário incentivar uma cultura que valoriza as conquista das pessoas e de autonomia para que as mesmas possam tomar as melhores decisões, proporem ideias inovadoras e soluções, sendo que cada líder tem um papel fulcral na disseminação desta cultura.

Para um bom ambiente de trabalho é necessário que existam canais de comunicação eficientes e transparentes. É importante que os líderes sejam formados para que o seu feedback seja eficiente e capaz de incentivar.

Mais do que nunca é necessário que os líderes nas empresas sejam empáticos com as suas pessoas, que tenham a capacidade de perceber as suas emoções e fundamentalmente a capacidade de se colocar no lugar do outro. Acredito que o futuro passa por uma liderança de proximidade e afetividade. É fundamental a capacidade de tratar as pessoas com respeito e humanidade para que sintam valorizadas.

O colaborador deve sentir que é tratado como uma pessoa e não apenas como um número, de forma a se promover uma cultura de que todos são importantes e imprescindíveis, o que permite ter resultados positivos e colaborar na retenção de talentos.

Realizar uma Gestão Humanizada contribui para o crescimento da empresa, uma vez que as pessoas são a força motriz intelectual e produtiva, pelo que necessitam de ser estimuladas para alcançarem resultados positivos.

Artigos Recentes

Partilhe este artigo...

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *