Bernardo Machado

Mestre em Psicologia Social e das Organizações e Co-fundador da comunicaRH

A pandemia COVID-19 mudou o mundo. O ano de 2020, há muito esperado, trouxe um sabor agridoce. Foi um ano difícil e que obrigou milhões de pessoas a enormes esforços financeiros e sociais que testaram a nossa resiliência mental. Não foi fácil digerir tudo, a recuperação será gradual, mas existe uma nova esperança.

Um novo ano começa e com ele traz um novo ciclo. Para trás ficam os momentos difíceis e para a frente a esperança e motivação para mudar as coisas. Uma vacina promete ajudar o mundo a resolver este problema o que nos ajuda a alegrar o espírito, é um sentimento de “terra à vista”. Quando começamos uma nova etapa (principalmente no ano novo) queremos adotar novos hábitos e deixar os velhos e medíocres para trás. Queremos ser pessoas renovadas e diferentes, cada vez melhores. É sem dúvida ótimo manter essa vontade, mas é importante não esquecer do esforço.

Sim, há esperança! E nunca a podemos perder.

Mas a esperança pode ser apenas uma forma de desilusão se ficarmos parados à espera de resultados. Se não existir trabalho, esforço e muita dedicação dificilmente vamos conquistar os desejos pedidos nas 12 passas. Não vale a pena pedir um desejo que desistimos de percorrer no final de Janeiro. Para isso mais vale não pedir e pouparmos essa desilusão.

Mas o meu objetivo não é ser negativista em relação a uma boa esperança que aí vem. Afinal 2020 foi um ano difícil onde nos superamos em algum lado ou nalguma matéria. Fomos capazes de surpreender a nós e os que nos rodeiam ao sermos criativos, empenhados, dedicados, esforçados e na procura de sermos melhor. Se há coisa que mantém a luz da esperança acesa será esta vontade e força de superar que 2020 nos ensinou. Aproveite a alavanca de 2020 e continue o seu desenvolvimento. O nosso crescimento só existe se dedicarmos um pouco todos os dias. Na soma de pequenos passos é que celebramos uma viagem. Assim é possível haver esperança!

Defina as suas metas para 2021, sejam elas pessoas ou profissionais, e não pare de olhar para elas para encontrar uma caminho, uma forma de ficar mais perto todos os dias. Acredite em si! Eu acredito…

Deixe uma resposta