Soft Skills – Habilidades que destacam profissionais

Soft-Skills---Habilidades-que-destacam-profissionais

O relatório The Future of Jobs 2020, recentemente publicado pelo World Economic Forum, nos fornece uma série de insights e reflexões não somente sobre o contexto do mercado de trabalho atual mas também sobre as adaptações e necessidades que serão exigidas no futuro próximo.

Assim, nesse artigo, eu compartilho meu olhar e reflexões sobre esse tema que pelo qual sou apaixonada e espero seja útil para você e sua organização.

Porque as soft skills importam?

Em tempos de mudanças aceleradas e disruptivas, nunca foi tão essencial quanto agora você investir no desenvolvimento das suas habilidades sócio-comportamentais, as chamadas “soft skills”.

Conforme estruturas organizacionais evoluem e a globalização acelera, as soft skills serão mais cruciais que nunca, e segundo o relatório, jovens não dão a devida importância ao valor da inteligência emocional no ambiente de trabalho, mas as habilidades que ela envolve são cruciais para ter foco, motivação e colaborar de maneira produtiva – e voltando para o mundo corporativo, são elas que realmente capacitam alguém para ocupar cargos de liderança, que envolvem lidar com outras pessoas e com si mesmo – apenas experiência e inteligência não bastam para se manter nestes cargos.

O que as empresas buscam?

A geração mais jovem (ou a maioria deles), não parece não estar preparada para encarar o mercado de trabalho, muitas vezes demonstram maior preocupação com a formação acadêmica e não dá muita atenção a inteligência emocional.

Pois até então, o que muito se cobra são as hard skills, e é nessa transição da adolescência para a vida adulta que os jovens encontram dificuldades em fortalecer a inteligência emocional.

Para melhor entender o que são as soft skills, é preciso compreender qual a relevância delas no ambiente organizacional e reforço que por se tratar de habilidades comportamentais, esse conjunto é requerido em todas as áreas de atuação, sendo muito útil em qualquer ambiente de trabalho.

É preciso que as gerações de profissionais se adaptem às novas exigências do mercado, pois além da inteligência emocional, outras soft skills como foco, engajamento, motivação e produtividade, por exemplo, também são habilidades que as empresas buscam.

O que vale mais: hard skill ou soft skill?

O mercado de trabalho fica mais competitivo a cada ano que passa.

Este assunto pode ser polêmico e há mais especificidades e exceções do que uma regra universal. E diversas pesquisas indicam uma tendência de equilíbrio entre as habilidades técnicas, chamadas de hard skills, e as habilidades comportamentais, chamadas de soft skills.

Um bom currículo com cursos, pós-graduação, MBA, intercâmbios e tudo mais que agrega valor ao profissional não é mais o suficiente no mercado de hoje.

Não que competências técnicas não sejam importantes, porém chama a atenção do mercado hoje outro tipo de competências: as soft skills.

Artigos Recentes

Partilhe este artigo...

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *