Inegavelmente as organizações deverão estar atentas as tendências que regem o capital humano, no sentido de perceber que decisões tomarão para o futuro.

Todavia caberá aos recursos humanos criar as condições necessárias para a implementação das tendências levando em consideração as diversas gerações.

Por conseguinte os líderes também terão um papel fundamenta, uma vez que ajudarão a redesenhar os caminhos futuros da organização.

Neste sentido, as empresas que conseguirem acompanhar as tendências na gestão de pessoas terão uma vantagem competitiva e uma maior capacidade de atração e retenção.