Angela Cidrão

Head de Projetos Educacionais na Kaptiva

De acordo com o Relatório Anual “The Future of Jobs” do Fórum Econômico Mundial, entre as 10 habilidades essenciais para os profissionais que quiserem acompanhar as novas posições de trabalho que serão criadas em substituição àquelas perdidas pela automação e transformação digital, estão:

autogestão, aprendizagem ativa, pensamento analítico e capacidade de resolver problemas complexos.

Em 2018, trabalhar com uma equipe com tais competências desenvolvidas era meta de 65% de líderes, já a partir de 2020 esse número subiu para 94%, ou seja, precisamos investir em desenvolvimento e ajudar as empresas e suas lideranças no cumprimento dessa meta. Porém, antes de seguir, faço uma provocação: onde está o futuro? Já parou pra pensar que vivemos a terceira década do século XXI?

Nesse contexto, é que se faz necessário que RH, liderança e colaboradores se unam para a criação desse novo formato, que sem forma definida, será o diferencial competitivo e de longevidade saudável das empresas de sucesso.

Para começar, é importante entender melhor alguns termos que já estão presentes no vocabulário corporativo de multinacionais e empresas reconhecidamente inovadoras e que, se ainda não invadiram seu dia a dia, estão cada vez mais perto: Lifelong learning, Upskilling e Reskilling. Veja uma breve definição de cada um deles:

Lifelong Learning

Em uma tradução livre significa aprendizagem ao longo da vida ou educação continuada. A ideia de Lifelong Learning deve ser pensada e aplicada às bases do ensino formal, acadêmico e corporativo, pois o modelo tradicional em todos esses ambientes não é mais suficiente para preparar as pessoas, gerar atualização na velocidade necessária, proporcionando maior capacidade produtiva e competitiva.

Upskilling

Processo para aprimorar habilidades e conhecimentos. Essencial para que o profissional possa ou tenha maior tranquilidade em realizar determinada função com maior qualidade ou funções diferentes na organização, de acordo com seu plano de carreira.

Reskilling

De acordo com pesquisa realizada pela consultoria Mckinsey & Company, 87% das empresas não contam com profissionais preparados para o futuro, esse futuro que já começou, uma vez que 9 entre 10 líderes entrevistados mencionam que já enfrentam a falta de habilidades em algumas áreas. O maior gap de habilidades surge do impacto da transformação digital, que exige mais do que novos conhecimentos, exige compreensão da mudança completa da realidade prática.

Você pode se perguntar, mas como assim: mudança completa da realidade prática?

Alguns exemplos já bem conhecidos se relacionam à forma de consumir programas de TV, filmes, séries e músicas ou à locomoção, por meio de aplicativos. Aliás, quantos aplicativos mudaram nossas vidas nos últimos anos e sem os quais não concebemos mais a sobrevivência?

Muita novidade vem chegando e precisamos estar preparados. Você já sabe como o Open Banking vai impactar a sua empresa e quais novos conhecimentos e competências as pessoas precisarão desenvolver?

Enfim, 85% das profissões que existirão até 2030 ainda não existem, imagine quais as competências necessárias para um agricultor digital, para um reconstrutor do ecossistema e, até mesmo, para um gestor de RH, que mediará interações entre humanos e máquinas (robôs)?

Voltando às competências do futuro, destaca-se a autogestão, que encontra na aprendizagem ativa sua maior aliada, pois é a capacidade de envolvimento pessoal na aquisição de conhecimento, facilitando o engajamento à cultura corporativa e à performance do indivíduo na organização.

Diante de tudo isso, em 2021, um tempo marcado pela pandemia, ainda não temos total dimensão dos impactos econômicos e sociais em médio e longo prazo, porém é possível apostar que quem investir nas pessoas, no desenvolvimento humano, terá muito mais força para enfrentar, passar pela crise e sair mais forte, com as competências do futuro já fazendo a diferença no presente.

E você já sabe como oferecer treinamento e desenvolvimento das competências do futuro para as pessoas da sua empresa?

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta